Plásticos no Meio Ambiente – Ainda uma Grande Preocupação

O consumo de objetos e produtos feitos de material plástico ainda é extremamente grande em todo o mundo e isto é fonte de intensa preocupação de especialistas e ambientalistas leigos, devido aos graves impactos que causam no meio ambiente, que prejudicam a fauna, flora e demais recursos naturais.

Certos órgãos governamentais, algumas empresas, etc, tem viabilizado campanhas de conscientização para redução do consumo de plástico no mundo, além de empreender algumas atitudes práticas direcionadas a este sentido. A atenção tem sido redobrada nos últimos trinta anos, pois as notícias dos danos sérios ao meio ambiente aumentaram significativamente.

A ONU recentemente divulgou um relatório no qual anunciou que apenas 9% de cerca de nove bilhões de toneladas de plásticos foram reciclados no mundo de acordo com o histórico de produção de resíduos mundiais. embora possa ser considerado que avanços foram alcançados, ainda há muita disparidade nas ações de reciclagem de cada país.

Alguns dos maiores produtores de resíduos decorrentes do consumo de plástico, como os Estados Unidos, têm poucos programas de reciclagem e incentivos á reciclagem. Segundo a ONU, apenas 10% do lixo plástico norte americano é reciclado.

Além de outro grande obstáculo que é o recolhimento do lixo de maneira sustentável, com a separação dos tipos de resíduos, que pouco ocorre nas centenas de países. Como também a questão do recolhimento do plástico adequadamente, boa parte por causa da negligência dos poderes públicos com a coleta, bem como o desconhecimento ou descaso da população em geral em separar corretamente os materiais que são descartados.

Outro complicador é o fato de que alguns plásticos são mais difíceis de descartar do que outros. As garrafas PET por exemplo, são mais fáceis de serem recicladas do que plásticos usados em iogurte por exemplo. Notícias dessa natureza chamam a atenção mundial para a discussão pertinente dos efeitos do uso massivo de produtos plásticos.

A intenção das empresas e pessoas interessadas em solucionar as várias demandas relativas a este problema, são, dentre outras coisas, tentar produzir produtos biodegradáveis ou bioplástcos, que não agridam a natureza. Notícias que seriam bastante favoráveis a resolução parcial do fato.