Escolha do novo presidente do Bradesco será feita em março, segundo Luiz Carlos Trabuco Cappi

Em conferência concedida para informar sobre as alterações do conselho de administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi falou sobre a escolha do novo presidente executivo do banco, a qual será feita a partir dos membros da diretoria da instituição. De acordo com a tradição da empresa, um representante do quadro de diretores será selecionado para o cargo máximo de comando.

A conferência foi organizada após Lázaro Brandão ter renunciado a sua função de presidente do conselho de administração da instituição financeira, o que levou Luiz Carlos Trabuco Cappi a substituí-lo, tendo em vista que ele era o então vice-presidente do conselho.

Sobre como será feita a escolha do próximo presidente, Luiz Carlos Trabuco Cappi destacou que o Bradesco é uma instituição de grande porte, e que isso é um dos fatores levados em consideração ao selecionar o profissional mais qualificado para liderar a empresa. Até essa escolha ser feita, o executivo exercerá os dois cargos, tanto de presidente executivo do banco, como também de presidente do conselho administrativo.

De acordo com o que foi dito na conferência, essa escolha será oficializada durante o mês de março, após a realização da próxima reunião do conselho e da assembleia dos acionistas. Aproximadamente um mês antes dessas reuniões, a instituição já precisará informar ao Banco Central o nome do novo presidente.

O executivo Lázaro Brandão, atualmente com 91 anos de idade, renunciou a sua posição, na qual estava há quase trinta anos, com o objetivo de estender o mandato de Luiz Carlos Trabuco Cappi, que por questões de idade, deveria encerrar o seu mandato ainda esse ano.

Segundo ele, a decisão de prorrogar a permanência do executivo na presidência serviu para que a escolha do novo presidente seja feita de forma bem pensada e tranquila. Ele ressaltou ainda que o executivo possui o conjunto de competências essenciais para exercer os dois cargos simultaneamente pelos próximos meses.

Para Brandão, o novo presidente do banco precisará encarar de frente alguns desafios importantes, relacionados especialmente a adoção de tecnologias digitais. No momento, dos cerca de 27 milhões de correntista da instituição bancária, pouco mais da metade faz uso das novas transações digitais, portanto, é necessário adaptar os clientes do banco a esses serviços e promover uma transição segura e eficaz.

Pensando justamente em todas as mudanças no setor bancário causadas pelo avanço tecnológico, o Bradesco lançou no meio do ano de 2017 um banco plenamente digital, chamado Next, cujo foco está nos correntistas mais jovens. Ao investir no Next, de acordo com Luiz Carlos Trabuco Cappi, o objetivo foi aumentar a relevância da instituição entre a nova geração, conhecida por querer ter uma interação diferenciada com o seu banco.

Sendo assim, o próximo presidente executivo do banco irá ter esse e outros desafios na liderança de uma instituição desse porte. Entre as características esperadas no novo líder, estão uma visão contundente de mercado, e a facilidade em exercer cargos de comando, além de dar continuidade ao trabalho que já estava sendo feito pelas lideranças anteriores.